Apifobia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Apifobia, ou melissofobia é o medo ou horror exagerado a abelhas. Se define como um persistente, anormal e injustificado medo de abelhas e marimbondos.

Tal fobia é muito comum entre as pessoas. Muitas pessoas já foram picadas ou tem amigos e conhecidos que sofreram uma dessas picadas. As crianças podem ser picadas ao atacar uma abelha, muitas por medo acabam por assustar os insetos. A picada é bastante dolorosa e a irritação que produz pode durar vários dias, por isso o medo moderado de abelhas é bastante natural.

Mas um medo excessivo nos adultos pode estar associado a uma falta de conhecimento. As pessoas em geral não se dão conta de que as abelhas só atacam para defender sua colméia, ou para se defender do que representa uma ameaça.

Um medo irracional de abelhas pode afetar o ecossistema, devido ao fato das abelhas serem polinizadoras naturais, as pessoas que matam bruno ou destroem intencionalmente suas colônias contribuem ao dano no meio ambiente. Por outro lado, é cada vez mais difícil para os apicultores instalarem seus criadouros devido as queixas da população a respeito.

Há alguns anos este medo tem crescido devido a rumores sobre “abelhas assassinas”, popularizados por séries de televisão, noticiários sensacionalistas ou filmes de terror. Na realidade, desde que as abelhas africanas foram introduzidas nos Estados Unidos não superaram o número de mortes por serpentes venenosas, assim não podem ser consideradas uma praga.

A apifobia como as outras zoofobias são mais comuns na infância. Os adultos são mais propensos a controlar seus temores. O melhor para ajudar as crianças é proporcionar-lhes conhecimento a respeito das abelhas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete apifobia.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.