Batalha de Mühlberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Mülhberg
Parte da(o) Guerra de Esmalcalda
Schlacht bei Mühlberg 1547.jpg
Batalha de Mülhberg.
Data 24 de abril de 1547
Local Mühlberg, Saxônia
Desfecho Decisiva vitória imperial.
Combatentes
Charles V Arms-personal.svg Império de Carlos V:
Espanha Espanha
Banner of the Holy Roman Emperor with haloes (1400-1806).svg Sacro Império
Coat of arms of Hungary.svg Reino da Hungria
Flag of Electoral Saxony.svg Eleitorado da Saxônia
Hesse Hesse
Palatinate Arms.svg Eleitorado do Palatinato
Bremen Wappen(Mittel).svg Bremen
Wappen Lübeck.svg Lübeck
Brunswick-Lüneburg Arms.svg Ducado de Brunsvique-Luneburgo
Principais líderes
Charles V Arms-personal.svg Carlos V
Charles V Arms-personal.svg Duque de Alba
Flag of Electoral Saxony.svg João Frederico I
Hesse Filipe I
Forças
25.000 infantes
4.500 cavaleiros
20 canhões
12.000 infantes
3.000 cavaleiros
15 canhões
Vítimas
200 mortos ou feridos 7.000 mortos
1.000 feridos
Carlos V em Mühlberg

A batalha de Mühlberg foi um dos conflitos que envolveu a Guerra de Esmalcalda, entre católicos liderados por Carlos V Rei da Espanha e Sacro Imperador Romano-Germânico contra os protestantes liderados por João Frederico I da Saxônia e Filipe I de Hesse.

A Batalha[editar | editar código-fonte]

Durante a Guerra de Esmalcalda, os países protestantes que integravam o Sacro Império Romano-Germânico uniram-se na Liga de Esmalcalda em 1531. Quando a guerra começou em 1546, e em um ano após suscetíveis derrotas, os protestantes refugiaram-se na cidade-fortificada de Mühlberg, às margens do Rio Elba, diante disso, Carlos V e seu comandante Don Fernando Álvarez de Toledo y Pimentel, o Duque de Alba, lançaram seus exércitos atacando os protestantes pela manhã aproveitando a névoa, muitos soldados e mercenários atravessaram o rio a nado permitindo a entrada do exército católico em Mühlberg, os protestantes acuados decidem render-se, os líderes João Frederico e Filipe são presos enquanto muitos protestantes conseguem fugir.

Consequências[editar | editar código-fonte]

Após a vitória de Carlos V na Batalha de Mühlberg, restava apenas as cidades de Bremen e Magdeburgo como os últimos baluartes protestantes ainda intactos, a guerra acabou em 23 de maio de 1547, com a vitória, Carlos V dissolveu a Liga de Esmalcalda e a Casa de Wettin assumiu o comando do Eleitorado da Saxônia, mas a paz só foi estabelecida nas negociações de paz em Augsburgo em 1555.

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.