Belchior Dias Carneiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Belchior Dias Carneiro foi um paulista e notável bandeirante. Em 9 de março de 1607, por determinação do provedor das Minas de São Paulo, Diogo de Quadros, seguiu bandeira por ele comandada com 150 homens brancos e muitos índios, embarcando no rio Tietê, no porto de Pirapitingui, rumo ao sertão dos bilreiros´´ ou caiapós.

Filho de Beatriz Ramalho e de Lopo Dias, neto portanto de João Ramalho, era casado com Hilária Luis Grou. Sua descendência figura em Silva Leme, «Genealogia Paulistana», volume I, pg. 34.

Desde 1598 tinha data de terra no caminho do Ibirapuera. Desde 1590 penetrara o sertão na bandeira de seu tio, Antônio de Macedo, e de Domingos Luis Grou, o Moço bandeira essa que atacou os índios tupiães de Mogi; depois fizeram pesquisa de ouro no sertão da Parnaíba, achando-o no sitio do Voturuna, atual município de São Roque (SP). Chefiou uma das divisões da grande bandeira de Nicolau Barreto ao Guairá 1602, apresando índios temiminós.