Benjamin Thorpe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Benjamin Thorpe
Nacionalidade Reino Unido britânico
Data de nascimento 1789
Data de falecimento 19 de julho de 1870 (81 anos)
Gênero(s) literatura anglo-saxônica
Ocupação Filólogo e historiador
Cidadania Inglaterra inglês
Temas abordados Paganismo nórdico
Obra(s) de destaque Tradução da Edda

Benjamin Thorpe (1789 — 19 de julho de 1870) foi um estudioso inglês da literatura anglo-saxônica.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Na década de 1820, ele trabalhou no início de sua carreira como um banqueiro na casa da família Rothschild, em Paris. Lá ele conheceu Thomas Hodgkin, que o tratou da tuberculose.1

Depois de estudar durante quatro anos na Universidade de Copenhague, sob o filólogo dinamarquês Rasmus Christian Rask, Thorpe retornou à Inglaterra em 1830. Em poucos anos, ele estabeleceu uma reputação como um estudioso anglo-saxão.

Em reconhecimento do trabalho não renumerado, foi concedida a Thorpe uma lista civil de pensão de 160 libras em 1835, e em 17 de junho 1841 este foi aumentado para 200 libras por ano. Ele era um membro da Sociedade de Antiquários de Londres, membro da Academia Real de Ciências de Munique, e da Sociedade de Literatura dos Países Baixos em Leyden.2 Ele morreu em Chiswick, em julho de 1870.

Seus outros trabalhos incluem The Homilies of the Anglo-Saxon Church (1844).

Referências

  1. Amalie M. Kass and Edward H. Kass, Perfecting the World: The life and times of Dr. Thomas Hodgkin, 1798–1866 (1988), pp. 101–3.
  2. "Thorpe, Benjamin". Dictionary of National Biography. London: Smith, Elder & Co. 1885–1900.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.