Bildade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Bildade era um dos três companheiros de , filho de Suá, filho de Abraão por Quetura.[1] Junto com Elifaz e Zofar, este homem pretendeu consolar Jó quando este estava em aflição.

No debate com Jó, Bildade usualmente seguia o tema geral estabelecido por Elifaz, os seus discursos eram curtos e agressivos.

Bildade foi o primeiro dos três a acusar os filhos de Jó de transgressão, e por sua vez, de merecerem a calamidade que lhes sobreveio. Usou a seguinte ilustração: Assim como o papiro e as canas se secam e morrem sem água, o mesmo se dá com "todos os que se esquecem de Deus".[2] Assim como Elifaz, Bildade classificou as aflições de Jó como as que sobrevêm aos perversos: ‘não haveria linhagem nem posteridade’ para Jó, insinuou Bildade.[3]

Em seu terceiro discurso, Bildade argumentou que o homem é "um gusano"[Nota 1] , e "um verme", e por isso impuro diante de Deus, as palavras ‘confortadoras’ dos três companheiros de Jó chegaram ao fim.[4] Segundo a Bíblia, no fim, Bildade e os outros dois companheiros foram divinamente instruídos a oferecer um sacrifício queimado e a pedir que Jó orasse em seu favor.[5]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. O estágio larval ou vermiforme dum inseto logo depois de sair do ovo. O termo "gusano" é aplicado especialmente à larva da mosca, que é encontrada em matéria vegetal ou animal em decomposição, e em tecidos vivos. A matéria viva ou putrefata fornece o calor necessário para a incubação dos ovos e para a nutrição dos gusanos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.