Cista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cista com cerâmicas

Uma cista é um monumento de tradição megalítica funerário. Basicamente é formada por quatro lajes, colocadas verticalmente formando um retângulo. Sobre elas costumava ser colocada outra pedra horizontal a jeito de tampa. No interior eram colocados os restos mortuários.

Por vezes é difícil determinar se um monumento é um dólmen pequeno ou uma cista. O critério acostumado em tais casos é o tamanho: geralmente é considerada cista quando a sua superfície não supera o metro quadrado.

As cistas aparecem, maiormente, associadas a outras formações megalíticas, por exemplo, no centro de túmulos (o que às vezes origina discussão sobre se é dólmen ou cista), no centro dum cromeleque (rodeando as cinzas mortuárias), no interior de covas sepulcrais, etc. Em geral a sua conservação é má, e acostuma faltar a tampa e mesmo alguma das lajes laterais.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ALTUNA, J.; MARIEZKURRENA, K; ARMENDARIZ, A.; DEL BARRIO, L.; UGALDE, Tx.; PEÑALVER, J.. Carta Arqueológica de Guipúzcoa. Munibe, vol. 34.. San Sebastián: Sociedad de Ciencias Aranzadi, 1982. vol. vol. 34.. ISSN 0027-3414.
Ícone de esboço Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.