Codominância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Codominância é um tipo de interação entre alelos de um gene onde não existe relação de dominância (o filho não possui a mesma característica do pai, e sim um novo fenótipo), o indivíduo heterozigoto que apresenta dois genes funcionais, produz os dois fenótipos, isto é, ambos os alelos do gene em um indivíduo diploide se expressam.[1]

Na codominância ocorre quando os dois alelos do heterozigoto são ativos.Na dominância incompleta o hibrido representa um terceiro fenótipo,enquanto na codominância os dois fenótipos apresentam-se no heterozigoto.[2]

No gado da raça Shorthorn,quando cruza-se um animal de pelos avermelhados com um animal de pelos brancos,nasce um animal ruão,ou seja,malhado,com parte da pelagem vermelha e outra parte da pelagem branca.
No Cruzamento:O exemplo é a Camellia japonica,as duas cores apresentam-se no novo fenótipo,herdadas das características da planta da flor da cor vermelha e a outra da cor branca.

Referências

  1. Dominância Completa,Incompleta e Co-Dominância. Visitado em 30/09/2014.
  2. Antônio Pezzi,Demétrio Gowdak e Neide Mattos. Biologia: Genética,Evolução e Ecologia. 3 ed. São Paulo-SP: FTD, 2012. 28 pp. 3 vol. ISBN 978-85-322-7307-9 Visitado em 30/09/2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Portal A Wikipédia possui o
Portal de Genética