Codominância

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Codominância é um tipo de interação entre alelos de um gene onde não existe relação de dominância (o filho não possui a mesma característica do pai, e sim um novo fenótipo), o indivíduo heterozigoto que apresenta dois genes funcionais, produz os dois fenótipos, isto é, ambos os alelos do gene em um indivíduo diploide se expressam.[1]

No Cruzamento de Flores:O exemplo é a Camélia,as duas cores se apresenta no novo fenótipo,herdadas da sua característica da flor da cor vermelha e a outra da cor branca.

O tipo sanguíneo humano, apresenta 3 alelos IA, IB e i. Portanto apresenta 6 genótipos diferentes que originam 4 fenótipos diferentes: o tipo A, B, AB e O.

IA/IA; IA/i --> Tipo A

IB/IB; IB/i --> Tipo B

IA/IB --> Tipo AB

i/i --> Tipo O

Repare que quando o indivíduo for heterozigoto (IA/IB), são expressos os dois antígenos de membrana.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.