Conselheiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Conselheiro
Sexo Masculino
Espécie Burro
Amigo(s) Emília, Pedrinho, Narizinho, Visconde, Rabicó, Quindim
Inimigo(s) Cuca
Criado por Monteiro Lobato
Romance(s) Sítio do Picapau Amarelo
Projecto Literatura  · Portal Literatura

Conselheiro ou Burro Falante é um personagem recorrente da série de livros Sítio do Picapau Amarelo. Ele teve sua primeira aparição no livro Reinações de Narizinho, sendo que no mesmo ele se torna um dos personagens regulares nas histórias. Nas primeiras versões ele era um burro normal capaz de falar e não tinha muitas aparições, já a partir do seriado de 2001 ele se torna um dos protagonistas passando a agir como um ser humano e vestir roupas.

Sobre o personagem[editar | editar código-fonte]

Conselheiro é um burro com a habilidade única de falar. Ele foi encontrado no País das Fábulas logo no primeiro livro da série As Reinações de Narizinho. Na sua história ele era um personagem de uma fábula que era condenado a morrer pelo Rei Leão, por achar que ele fosse uma ameaça, porém acaba sendo salvo por Narizinho e seus amigos e levado ao Sítio do Picapau Amarelo onde passa a viver seguro. Posteriormente no livro Viagem ao Céu ele ganha o apelido de Conselheiro por Emília, por achá-lo ótimo para dar conselhos.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Na versão de 1977 do Sítio do Picapau Amarelo produzida pela Rede Globo conselheiro era encarnado como um burro verdadeiro que falava com os personagens, sendo dublado pelos atores José Mayer e Ivan Setta respectivamente. Nessa primeira versão ele era um personagem secundário de pouca importância e era chamado apenas de Burro Falante tal como nos livros. Na versão de 2001 ele passa por uma enorme alteração drástica passando a ser um burro antropomórfico tal como o Rabicó e o Quindim, passando a usar roupas e agir como um ser humano e ganhou o nome de Conselheiro. Essa versão dele se tornou mais popular, tornando-se um dos protagonistas e sendo a versão mais conhecida do personagem.

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.