Cosmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde abril de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Uma representação do Cosmos feita por Peter Apian em Cosmographia

Cosmo ou cosmos (do grego antigo κόσμος, transl. kósmos, "ordem", "organização","beleza","harmonia") é um termo que designa o universo em seu conjunto, toda a estrutura universal em sua totalidade, desde o microcosmo ao macrocosmo. O cosmo é a totalidade de todas as coisas deste Universo ordenado, desde as estrelas, até as partículas subatômicas. Pode ser estudado na Cosmologia.

O astrônomo Carl Sagan define o termo cosmos como sendo "tudo o que já foi, tudo o que é e tudo que será".

O filósofo grego Pitágoras foi o primeiro a utilizar o termo "cosmos" para referenciar o Universo, talvez querendo se referir ao firmamento de estrelas.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Os 9 Mundos", uma representação do Cosmos segundo a Mitologia nórdica.

A palavra deriva do termo grego κόσμος (kosmos), que literalmente significa "bem ordenado" ou "ornamentado" e metaforicamente "mundo", e é contrária ao conceito de caos (feio ou desordenado). Hoje, a palavra é geralmente usada como sinônimo para "Universo". A palava "cosmético" se origina da mesma raiz. Em muitas línguas eslavas como o russo, polonês, búlgaro e sérvio, a palavra kosmos (космос) também significa "espaço sideral."

Cosmologia[editar | editar código-fonte]

Cosmologia é o estudo do cosmos em vários dos significados, dependendo do contexto. Todas as cosmologias têm em comum uma tentativa de compreender a ordem implícita e beleza dentro do todo do ser. Desta forma, a maioria das religiões e sistemas filosóficos têm uma cosmologia.

Na cosmologia física, o termo cosmos é muitas vezes usado de forma técnica, referindo-se a um continuum espaço-tempo particular dentro do (postulado) multiverso. Nosso cosmos particular, o universo observável, é geralmente escrito com inicial maiúscula (Cosmos).

Teologia[editar | editar código-fonte]

Universum - Urbi et Orbi, uma representação do Cosmos segundo o Gnosticismo.

Na teologia, o termo pode ser usado para denotar o universo criado, não incluindo o criador. Na teologia cristã, a palavra também é usada como sinônimo para se referir à "vida mundana" ou "este mundo", em oposição à vida após a morte ou Mundo Vindouro. O cosmos como imaginado por Pitágoras é paralelo ao termo Zoroastra aša, o conceito de um arranjo divino, ou criação divina.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.