Desnaturação do ADN

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A desnaturação do DNA é o processo através do qual o ácido desoxirribonucleico de dupla cadeia se desenrola e separa-se em duas cadeias simples, através da quebra de ligações de hidrogénio entre as bases. O termo é utilizado para referir ao processo que ocorre quando uma mistura é aquecida, apesar de "desnaturação" também poder referir a separação das cadeias de ADN induzidas por químicos como a ureia.

Para múltiplas cópias de moléculas de DNA, a temperatura de desnaturação (Tm) é definida como a temperatura na qual metade das cadeias de ADN estão no estado de dupla hélice e a outras metade estados de "random coils". A temperatura de desnaturação depende do comprimento da molécula e da composição específica da sequência de nucleotídeos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]