Dissidentes ingleses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Dissidentes ingleses, (em Inglês: English dissenters), também chamados de não-conformistas, foram reformadores em Inglaterra que se opuseram à intervenção do estado e fundaram as suas próprias comunidades.

Tendo desejado uma reforma melhor e mais pura na Igreja Inglesa, muitos indivíduos estavam desapontados pelas decisões políticas tomadas pelos reis que controlavam a igreja estabelecida (a Igreja Anglicana).

A Restauração de 1660 promoveu o episcopado e limitou os direitos dos dissidentes. O Act of Uniformity (1662) requeria a ordenação episcopal para todos os pastores mas muitos sacerdotes decidiram, por contrário retirar-se da Igreja oficial.

Entre os diversos grupos contavam-se:

Antigos

desde 1640

Actualidade

Os dissidentes que sobreviveram

Alguns dissidentes notáveis[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.