Efeito Tyndall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O efeito Tyndall é uma técnica usada para classificar uma dispersão coloidal. Essas dispersões entram na matéria de Físico-Química, e tem um tamanho entre 1 e 1000nm. O efeito Tyndall foi descoberto por John Tyndall, que, em uma de suas experiências, percebeu a transmissão de um feixe de luz num meio contendo partículas em suspensão: Tyndall observou que uma sala cheia de fumo ou poeira tornava visível um feixe de luz que entrasse pela janela.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

O Efeito Tyndall ocorre quando há a dispersão da luz pelas partículas coloidais. Neste caso, é possível visualizar o trajeto que a luz faz, pois estas partículas dispersam os raios luminosos. Uma solução coloidal ou coloide possui o diâmetro médio de suas partículas dispersas entre 1 e 100 nm. Alguns exemplos de soluções coloidais são: gelatina na água, leite (gordura e proteínas em água), maionese (óleo, vinagre e ovo), xampu na água, sangue (plasma ou parte líquida + glóbulo vermelhos + glóbulos brancos) e cosméticos em geral, como cremes de pele e loções de beleza.