Estaca Strauss

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em engenharia estrutural, a estaca Strauss é um tipo de fundação que se caracteriza por ser moldada no local após perfuração do solo. Estas estacas foram desenvolvidas com o objetivo de substituir as estacas pré-moldadas que produzem forte vibração e ruído ao serem cravadas no solo.[1] Na Europa e Estados Unidos, a estaca Strauss for largamente utilizada desde o início do século e se tornou mais popular no Brasil apenas depois da Segunda Guerra Mundial.[1]

O equipamento para a colocação da estaca Strauss é conhecido como bate-estaca Strauss e consiste basicamente de um guincho, um tripé com uma roldana fixada no topo, tubos guia, pilão e sonda.

O guincho através de um cabo de aço, movimenta verticalmente o martelo ou sonda, que através de impactos verticais, escava ou compacta o solo, criando um "poço" de 20, 25 ou 30cm de diâmetro, via de regra (podendo ter alterações conforme dimensionamento da fundação), que é preenchido de concreto, gerando uma estaca Strauss.[carece de fontes?]

Referências

  1. a b Frederico F. Falconi, João de Souza Filho. Fundações - Teoria e prática - seção 9.1.2 Estacas Escavadas sem Lama Bentonítica. [S.l.]: PINI, 2000.
Ícone de esboço Este artigo sobre construção civil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.