Estreito de Rigolets

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Farol de Rigolets perto de Nova Orleães, na Luisiana, destruído pelo furacão Katrina em 2005.

O estreito de Rigolets situa-se no estado da Luisiana, sul dos Estados Unidos, e, tal como o canal de Chef Menteur, liga na origem o lago Pontchartrain e o lago de Saint Catherine e no destino o lago Borgne, uma lagoa do golfo do México.

O nome provém da época da Luisiana francesa e foi dado por caçadores de peles (trappeurs) e coureurs des bois franco-canadianos. No Canadá um "rigolet" era um termo no francês da Acádia que significava um córrego que drena diretamente para o mar sem passar por um rio.

Durante a subida das marés, a água salgada vai até ao estreito de Rigolets e desemboca nas águas salobras do lago Pontchartrain.

O estreito é atravessado por duas pontes: a ponte ferroviária e a ponte de Rigolets, situada a leste da ponte Chef Menteur e que permite a passagem da U.S. Route 90.

Dois fortes foram construídos pelos americanos no início do século XIX para proteger a Luisiana de um ataque britânico em Fort Pike e Fort Macomb.

A zona foi fortemente atingida pelo furacão Katrina em 2005.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Louisiana Dept. of Transportation & Development (2005-09-07). DOTD inspects movable bridges in hurricane-affected area. Press release.