Estrutura de produtos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Estrutura de produtos (ou em inglês: Bill of materials (BOM)) pode ser uma lista de materiais brutos, pré-montados, sub-componentes, componentes ou partes, e a quatidade necessária de cada um para manufaturar um produto por completo. Pode ser usado para comunicação entre parceiros de negócios ou por simples organização de um projeto, a fim de realizar uma estocagem prévia.[1]

Pode ser definida de acordo com a intenção do projeto, variando seus tipos de estruturação, contendo desde propostas com foco em engenharia ou ordenação por preço, até uma para a resolução de manutenções. No processo industrial, ela também é conhecida como uma fórmula, receita ou lista de ingredientes. Na eletrônica, representa uma lista de componentes usados numa placa de circuito impresso. Uma vez o projeto completado, a BOM é passada para para a equipe de compras ou engenheiros de produção, como no caso da eletrônica, na qual irão obter os itens determinados.

Uma BOM é naturalmente hierárquica, com o nível superior representando o produto concluído, em que pode ser um subproduto ou ele por inteiro. Historicamente, o primeiro banco de dados automatizado desenvolvido para organização de uma estrutura de produto foi no começo da década de 1960.[2] Abaixo segue uma lista de seus principais tipos:[1]

Tipo Descrição Exemplo
Simples ou Padrão Disponibiliza apenas um nível de subitens. Os componentes diretamente necessários para manufaturar inteiramente ou de forma modular[3] Receita de suco. Possui apenas os ingredientes necessários para fazer diretamente o suco (A fruta do suco, a água e o liquidificador)
Modular Disponibiliza vários níveis de materiais para construir em partes o produto final Estrutura de materiais de uma indústria automotiva. Onde necessita de vários documentos para pelo menos as áreas de Sistema, Linha de montagem, Ferramentaria e Unidade.

Quando num processo de montagem um item não possui de fato um estoque efetivo, o chamamos de item fantasma. Ou seja, apesar dele estar entre os componentes necessários para tal, sua armazenagem não é realmente duradoura o suficiente para ser significativa.[1]

Referências

  1. a b c Importância da BOM (em português) [www.numa.org.br/ NUMA]. Página visitada em 17 de novembro de 2009.
  2. Bill of Materials (em inglês). Página visitada em 28 de setembro de 2009.
  3. Bill of Materials (em inglês) Inventory Interface. Página visitada em 17 de novembro de 2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre Engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.