Etnoleto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Etnoleto é uma variação de uma linguagem falada por uma certa etnia/subgrupo cultural e serve como uma marca diferenciadora de identidade social. O termo combina os conceitos de um grupo étnico e de um dialeto.

Exemplo: O inglês vernacular negro no contexto do inglês estadunidense como uma característica da sociedade afro-americana ou negra.

O termo foi utilizado pela primeira vez para descrever o inglês monolingüista dos descendentes dos imigrantes europeus em Buffalo, Nova Iorque.[1]

Como não existem critérios universalmente aceitos para distingüir linguagens de dialetos, alguns estudiosos entendem o termo etnoleto como linguagem ou dialeto.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Carlock, E. e Wölck, W. 'A method for isolating diagnostic linguistic variables: The Buffalo ethnolects experiment' em D. Sankoff e H. Cedergren, ed.: Variation Omnibus. Edmonton 1981:17-24
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.