Fábio Gurgel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fábio Gurgel (cidade do Rio de Janeiro, 1973) é um lutador e professor de Jiu-jitsu brasileiro, dos mais respeitados nomes da história do jiu-jitsu e das lutas em geral [carece de fontes?]. Conheceu o Jiu-jitsu brasileiro aos 13 anos de idade, como aluno do professor Romero "Jacaré" Cavalcanti e recebeu sua faixa-preta com dezenove anos, em 23 de outubro de 1989. Atualmente Fábio possui o DAN da faixa preta e é considerado um dos lutadores mais técnicos do jiu jitsu.

Histórico de conquistas[1] [editar | editar código-fonte]

Fábio é um dos fundadores da Alliance Jiu-Jitsu, equipe sete vezes campeã mundial. Também participou de vários eventos de Vale Tudo, obtendo grandes vitórias. Como professor treinou estrelas como Marcelo Garcia Magalhães, Fernando "Tererê" Augusto, Tarsis Humphreys, Rubens "Cobrinha" Charles, Michael Langui, Leonardo Nogueira, Bernardo Faria, Bruno Malfacine, Antonio “Batista” Peinado, Gabriela Garcia, Luana Alzuguir, entre outros.

O "general" como é assim chamado é considerado um dos maiores formadores de atletas e campeões de todos os tempos, tendo não apenas sido uma peça chave para que sua equipe a Alliance se tornasse competitivamente a equipe mais organizada e vitoriosa de todos os tempos, como formando atletas que hoje lideram equipes concorrentes. Na verdade, são poucas as equipes conhecidas hoje, que nunca tiveram nenhum laço com o trabalho realizado por ele.

Lutou no UFC 11, em 20 de setembro de 1996, sofrendo uma derrota para o adversário Jerry Bohlander. Após esta derrota, nunca mais voltou a lutar no UFC.

Também é autor do livro Manual Brazilian Jiu-jítsu, presidente da Liga Profissional de Jiu-Jitsu e possui uma academia própria em São Paulo.[2]

  • 4 vezes Campeão Mundial Adulto: 1996, 1997, 2000 e 2001
  • 3 vezes Campeão Brasileiro: 1994, 1995 e 1996
  • 3 vezes Campeão Brasileiro por Equipes: 1995, 1996 e 1999
  • 3 vezes Campeão Carioca: 1994, 1995, 2000
  • 5 vezes Campeão Mundial Master: 2002,2003,2005,2006,2007

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]