Fagomídeo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Fagomídeos são vetores de clonagem constituídos por DNA, os quais apresentam propriedades tanto de bacteriófago quanto de plasmídeo.[1] Este vetores carregam, além da origem de replicação plasmidial, uma origem de replicação derivada de bacteriófago. Diferem de plasmídeos comuns por terem a capacidade de serem empacotados em capsídeos de fagos, em função de possuírem também uma sequência gênica de sinalização para empacotamento.[2] Fagomídeos são utilizados em uma técnica de biologia molecular chamada "Phage Display".[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b WILSON, K.; WALKER, J.. Principles and Techniques of Biochemistry and Molecular Biology. 7th ed. New York: Cambridge University Press, 2010. 751 p.
  2. BARBAS, C. F.; BURTON, D. R.; SILVERMAN, G. J.. Phage Display: A Laboratory Manual. New York: Cold Spring Harbor Laboratory Press, 2001. 736 p.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia molecular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.