Flow My Tears, the Policeman Said

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Flow My Tears, The Policeman Said
Vazio Infinito (PT)
Identidade Perdida - O Homem que Virou Ninguém (BR)
Autor (es) Philip K. Dick
Idioma Inglês
País  Estados Unidos
Género Ficção científica, novela
Editora Estados Unidos Doubleday
Lançamento 1974
Páginas 231
Edição portuguesa
Editora Portugal Publicações Europa-América
Edição brasileira
Editora Brasil Brasiliense

Flow My Tears, The Policeman Said (PT: Vazio Infinito e Identidade Perdida, BR: Identidade Perdida - O Homem que Virou Ninguém e Fluam, Minhas Lágrimas, Disse o Policial) é um romance de ficção científica escrito por Philip K. Dick e publicado em 1974, sobre um cantor de música pop e astro de televisão geneticamente modificado que, numa noite, perde sua identidade. A história transcorre numa distopia futura, onde os Estados Unidos tornaram-se um estado policial depois de uma Segunda Guerra Civil. O romance foi galardoado com o primeiro prémio do John W. Campbell Memorial Award de melhor romance de FC em 1975. Foi também indicado para o Prémio Nebula em 1974 e para o Prémio Hugo em 1975.

Logo após escrever este livro, Dick disse ter experimentado uma série de estranhas coincidências em sua vida. Ele escreveu sobre isso no ensaio "How to Build a Universe that Doesn't Fall Apart Two Days Later,"[1] incluído em sua coletânea de contos I Hope I Shall Arrive Soon. Ele desenvolveria estas experiências em um de seus romances subsequentes, VALIS.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.