Francis Godolphin, 2.º Conde de Godolphin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Francis Godolphin, 2.º Conde de Godolphin, pintura de Sir Godfrey Kneller.

Francis Godolphin, 2.º Conde de Godolphin (3 de setembro de 167817 de janeiro de 1766), estilizado Visconde Rialton entre 1706 e 1712, foi um político britânico.

Ele era filho de Sidney Godolphin, 1.º Conde de Godolphin. Casou-se com Lady Henrietta Churchill, a filha mais velha de John Churchill, 1.º Duque de Marlborough e de Sarah Jennings, em 23 de abril de 1698. Henrietta tornaria-se Duquesa de Marlborough em seu próprio direito, em 1722.

Em 1712, sucedeu ao título de 2.º Conde de Godolphin. Francis Godolphin foi um dos fundadores do Foundling Hospital, uma fundação para a educação de crianças abandonadas, criada em 1719. A instituição de caridade tinha como objetivo enfrentar o abandono de crianças em Londres, providenciando orfanatos onde pais poderiam deixar os filhos dos quais eram incapazes de cuidar.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Ele e sua esposa tiveram cinco filhos juntos:

Acredita-se que Lady Mary Godolphin não era filha do Conde de Godolphin, mas sim do amante da Duquesa de Marlborough, o dramaturgo e poeta neoclássico William Congreve.

Referências[editar | editar código-fonte]

R.H. Nichols and F A. Wray, The History of the Foundling Hospital (London: Oxford University Press, 1935), p. 345.