Fraternidade Sacerdotal São Pedro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Fraternidade Sacerdotal São Pedro (em latim: Fraternitas Sacerdotalis Sancti Petri) é uma sociedade de vida apostólica de direito pontifício, composta por sacerdotes católicos e que tem uma missão no Mundo. Essa missão consiste no seguinte: a) formar e santificar padres no quadro do rito romano tradicional; b) a acção pastoral desses sacerdotes no Mundo, ao serviço da Igreja Católica Romana.

A Fraternidade foi fundada em 1988 (na sequência das consagrações episcopais episcopais levadas a cabo por Monsenhor Marcel Lefebvre, em 30 de Junho desse ano), composta por 12 padres e alguns seminaristas. Foi acolhida por Monsenhor Josheph Stimple, bispo de Augsburgo (Alemanha), em Wigratzbad.

A Fraternidade São Pedro tem sede em Fribourg, na Suíça; possui 2 seminários, um na Europa, em Wigratzbad (Alemanha), e outro nos Estados Unidos, em Denton, Nebraska. Desenvolve apostolado nos 4 continentes, em 17 países, em 85 dioceses (49 destas na Europa, 30 na América, 4 na Oceânia e 2 em África). Em 2006, a FSSP (Fraternidade Sacerdotal São Pedro) tinha 300 membros, sendo 180 sacerdotes, 13 diáconos e 107 seminaristas. A Fraternidade possui 77 locais de residência, 22 casas erigidas canonicamente, 6 paróquias pessoais e 111 locais onde se celebra a Santa Missa dominical, obviamente no rito romano tradicional.


Breve história da FSSP[editar | editar código-fonte]

  • 18 de Julho de 1988: fundação da Fraternidade Sacerdotal São Pedro, como sociedade clerical de vida apostólica;
  • Livros litúrgicos utilizados: Missal, Ritual, Pontifical e Breviário romanos em vigor em 1962;
  • Julho de 1988: audiências privadas com o Papa João Paulo II e o Cardeal Ratzinger;
  • 18 de Outubro de 1988: erecção de direito pontifício pela Santa Sé;
  • Páscoa de 1990: o Cardeal Ratzinger visita a Casa-Mãe (em Wigratzbad, na Baviera) e celebra a Missa tradicional;
  • 1995: primeira paróquia pessoal confiada à FSSP;
  • 12 de Outubro de 1999: o Papa João Paulo II benze a primeira pedra e um crucifixo para os dois novos seminários da Fraternidade, na Europa e na América;
  • 8 de Outubro de 1999; 20 de Outubro de 2001: alocuções do Superior Geral da FSSP no Sínodo dos Bispos, em Roma;
  • Dezembro de 2000; Junho de 2002; Junho de 2005: o Cardeal Castrillon-Hoyos, Presidente da Comissão Eclesia Dei e Prefeito da Congregação para o Clero, vem abençoar o novo Seminário São Pedro e ordenar sacerdotes para a FSSP;
  • 29 de Junho de 2003: aprovação definitiva dos Estatutos pela Santa Sé.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]