Glifo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Glifo maia para o décimo dia do calendário tzolkin.
Vários glifos que representam a letra "a" minúscula.

Glifo em tipografia, é uma figura que dá um tipo de característica particular a um símbolo específico. Um glifo é um elemento da escrita. Dois ou mais glifos que correspondam ao mesmo símbolo (i.e. carácter), se permutáveis ou dependentes de contexto, são chamados alógrafos; um glifo é uma manifestação da unidade mais abstrata. Glifos também podem ser ligaduras tipográficas que são caracteres compostos ou diacríticos.

Glifos vem da palavra grega que significa inscrição.

Tipos[editar | editar código-fonte]

Os glifos agrupam-se em colecções que se designam por tipos (fontes):

  • Código de Glifo: Um código numérico que indica um glifo. Freqüentemente, os glifos de uma fonte são indicados por uma código de glifo. Códigos de glifo são específicos para cada fonte, ou seja, cada fonte, mesmo que contenham os mesmos glifos, podem indicá-los com códigos distintos.
  • Identificador de Glifo: Um código literal que indica um glifo em uma fonte. Do mesmo modo que os códigos de glifo, os indicadores são específicos para cada fonte.
  • Imagem de Glifo: A imagem de um glifo impressa numa superfície.
  • Métrica de Glifo: Um conjunto de propriedades que especificam o tamanho e a posição relativa a outros glifos entre outras propriedades de um glifo.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre tipografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.