Guerra Georgiano-Armênia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Guerra Georgiano-Armeno foi uma guerra fronteiriça ocorrida em 1918 entre a República Democrática da Geórgia e a República Democrática da Arménia sobre as partes das províncias então contestadas de Lori, Javakheti, e o distrito de Borchalo, que eram territórios historicamente georgianos, mas foram amplamente povoados por arménios no século XIX.[1]

Até o final da Primeira Guerra Mundial, alguns desses territórios foram ocupados pelos otomanos. Quando abandonaram a região, tanto georgianos como os armênios alegaram seu controle. A disputa degeneraram em confrontos armados, em 7 de dezembro de 1918. As hostilidades prosseguiram com sucesso variados até 31 de dezembro com o cessar fogo negociado pelos britânicos foi assinado, deixando a parte do distrito disputado de Borchalo sob a administração conjunta georgiano-armênia, que durou até o estabelecimento do dominio soviético na Arménia em 1920.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.