HTTP referrer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O referer, ou HTTP referer (é escrito erroneamente como referer nas especificacoes HTTP oficiais e padronizado assim desde então[1] ), é um campo de cabeçalho HTTP que identifica o endereço da página web (i.e. o URI ou IRI) que liga ao recurso sendo solicitado. Pela verificação do referer, a nova página web pode ver de onde a requisição se originou.

Na situação mais comum, isto significa que quando um usuário clica em um hiperlink em um navegador web, o navegador envia uma solicitação ao servidor que armazena a página web de destino. A solicitação inclui o campo referer, que indica a última página que o usuário estava (aquela que ele clicou no link).

O log do referer é usado para permitir que sites web e servidores web identifiquem de onde as pessoas o estão visitando, para propósitos promocionais ou estatísticos.

Isto significa que quando um usuário clica em uma ligação, a partir de um navegador web, o navegador envia uma solicitação para o servidor que contém a página de destino. O pedido inclui a informação do referrer, informando a página que o usuário estava anteriormente.

Nem todos os navegadores geram esse cabeçalho, e alguns ainda possuem a habilidade de modificar o conteúdo do HTTP_REFERER como recurso. Em poucas palavras, não é confiável.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Hallam-Baker, Philip (2000-09-21). Re: Is Al Gore The Father of the Internet? alt.folklore.computers. Visitado em 2013-10-27.
  2. PHP: $_SERVER - Manual php.net. Visitado em 29 de abril de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço relacionado ao Projeto Internet. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.