Halyna Kolotnytska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Halyna Kolotnytska (em ucraniano: Галина Колотницька, nascida Halyna Koschiy em 1972) é uma enfermeira ucraniana e membro da missão antártica da Ucrânia. Ela é conhecida pela associação na Líbia com Muammar al-Gaddafi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Kolotnytska nasceu em Brovary em 1972.[1] [2] Ele se graduou em Kyiv e passou a trabalhar como enfermeira desde então. O marido de Kolotnytska, eletricista em uma fábrica local, morreu em 1992, depois que Kolotnytska se transladou para a missão antártica da Ucrânia para servir como cozinheira. Lá, ela foi descrita como "quem cozinha maravilhosamente" e "duramente cumpria as regras de higiene".[1] Kolotnytska mudou-se para a Líbia em 2001, com a ajuda de uma agência de médicos adquiridos no exterior, onde primeiro trabalhou em um hospital e depois passou a servir Gaddafi[2] Nesse momento a ucrânia era uma origem dos médicos da Líbia, uma vez que os salários na Líbia eram maiores que na Ucrânia.[3] Estima-se que existam cerca de 500 enfermeiros e médicos ucranianos na Líbia em 2011.[3] [4]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.