1992

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Séculos: Século XIX - Século XX - Século XXI
Décadas: 1960 - 1970 - 1980 - Década de 1990 - 2000 - 2010 - 2020
Anos: 1987 1988 1989 1990 1991 - 1992 - 1993 1994 1995 1996 1997
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
1992 em outros calendários
Calendário gregoriano 1992
MCMXCII
Ab urbe condita 2745
Calendário arménio N/A
Calendário chinês 4688 – 4689
Calendário hebraico 5752 – 5753
Calendários hindus
- Vikram Samvat
- Shaka Samvat
- Kali Yuga

2047 – 2048
1914 – 1915
5093 – 5094
Calendário persa 1370 – 1371
Calendário islâmico 1413 – 1414
Calendário rúnico 2242

1992 (MCMXCII, na numeração romana) foi um ano bissexto, de 366 dias, do Calendário Gregoriano, as suas letras dominicais foram E e D, teve 53 semanas, teve início a uma quarta-feira, e terminou a uma quinta-feira.


Eventos[editar | editar código-fonte]

Ano Internacional do Espaço, pela ONU.

Janeiro[editar | editar código-fonte]

  • 1 de janeiro - Na Argentina, o austral é substituído pelo peso como moeda nacional.
  • 6 de janeiro - Na Geórgia, o presidente Zviad Gamsajurdia é derrubado por una junta militar.
  • 16 de janeiro - No Castelo de Chapultepec do México são assinados os Acordos de Paz entre o Governo de El Salvador e a guerrilha da FMLN que encerram 12 anos de guerra civil nesse país.

Fevereiro[editar | editar código-fonte]

  • 4 de fevereiro - Falha o golpe de estado comandado pelo tenente-coronel Hugo Chávez na Venezuela.
  • 7 de fevereiro - é estabelecida a União Europeia mediante a assinatura do Tratado de Maastricht.
  • 7 de fevereiro - É assinado em Maastricht, Países Baixos, o Tratado da União Europeia pelos Ministros dos Negócios Estrangeiros e pelos Ministros das Finanças dos Estados-Membros.
  • 19 de fevereiro - Ratificado o tratado de não agressão e desnuclearização entre as duas Coreias, oficialmente em guerra desde 1950.

Março[editar | editar código-fonte]

  • 1 de março – Na Bósnia e Herzegovina, cerca de 64 por cento da população aprova a independência do país em referendo.
  • 14 de março – Por problemas financeiros, circula a última edição do diário Pravda, que foi o órgão oficial do Partido Comunista da União Soviética por quase 80 anos.
  • 17 de marçoArgentina um atentado terrorista destrói a embaixada de Israel em Buenos Aires.

Abril[editar | editar código-fonte]

Maio[editar | editar código-fonte]

  • 2 de maio - Boris Yeltsin assume o cargo de chefe do Exército da Federação Russa por iniciativa própria.
  • 5 de maio - O Parlamento de Crimeia proclama a independência.
  • 22 de maio - Ingressam na ONU a Eslovênia, a Croácia e a Bósnia e Herzegovina.
  • 30 de maio - A ONU decreta um embargo total contra Iugoslávia.

Junho[editar | editar código-fonte]

  • 3 a 14 de junho - Brasil - No Rio de Janeiro tem lugar a ECO-92, Cúpula (ou Cimeira) da Terra, como ficou conhecida a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD).
  • 8 de junho – é instituído o Dia Mundial do Oceano.
  • 24 de junho - a Guarda Nacional da Geórgia abafa uma rebelião dos partidários do ex-presidente Zviad Gamsajurdia contra o presidente Eduard Shevardnadze.


Julho[editar | editar código-fonte]

  • 10 de julho - em Miami, o general panamenho Manuel Antonio Noriega é condenado por narcotráfico a 40 anos de prisão.
  • 19 de julhoVietnã São realizadas eleições legislativas pela primeira vez na história do país.
  • 22 de julhoMoçambique - O governo do FRELIMO e a insurgente RENAMO anunciaram a assinatura de um acordo de paz para encerrar mais de 10 anos de guerra civil.
  • 23 de julho - os dirigentes eslovaco e tcheco, Vladimir Meciar e Václav Klaus, concordam em enviar projeto de lei sobre a separação de suas repúblicas para acabar com a Tchecoslováquia.
  • 25 de julho – iniciam-se os Jogos Olímpicos de 1992 em Barcelona que duram até 9 de agosto.
  • 30 de julho - o escritor angloindiano Salman Rushdie, ameaçado pelo extremismo islâmico, aparece em público na Espanha.

Agosto[editar | editar código-fonte]

  • 14 de agosto - em Mbale (Uganda), caem os fragmentos (cerca de 190 kg) de um meteorito de uma tonelada numa área de 3 × 7 km. Houve o segundo caso de pessoa atingida por fragmento de meteoros (o primeiro foi o meteorito Hodges, em 1954).
  • 31 de agosto - na República do Congo, Pascal Lissouba assume como presidente.

Setembro[editar | editar código-fonte]

Outubro[editar | editar código-fonte]

Novembro[editar | editar código-fonte]

  • 3 de novembro - Eleições presidenciais nos Estados Unidos. O democrata Bill Clinton derrota o então presidente e candidato republicano George H. W. Bush.
  • 5 de novembro - Em Estrasburgo ratifica-se a Carta europeia das línguas regionais ou minoritárias, onde se assume o compromisso de reconhecê-las, respeitá-las e promovê-las.
  • 27 de novembro - Perpetrado um segundo golpe de estado na Venezuela.

Dezembro[editar | editar código-fonte]

  • 3 de dezembro - O navio petroleiro Mar Egeo naufraga em frente à costa de La Coruña (Espanha), provocando um desastre ecológico de grandes proporções.
  • 3 de dezembro- Foi enviado o primeiro Serviço de Mensagens Curtas ( Short Message Service) do popular SMS pela Rede Vodafone no Reino Unido. A mensagem desejava um feliz natal a um amigo do autor.
  • 17 de dezembro - O Presidente do México, Carlos Salinas de Gortari, assina o Tratado de Livre Comércio entre México, Estados Unidos e Canadá – (Nafta).
  • 21 de dezembro - Na Polônia, as Repúblicas Tcheca, Eslovaca e Húngara criam uma zona de livre comércio.
  • 25 de dezembro - Slobodan Milošević é reeleito presidente da Sérvia.
  • 26 de dezembro - Os nigerianos aprovam em referendum a nova Constituição multipartidária.
  • 29 de Dezembro - No Brasil, Fernando Collor de Mello renuncia à Presidência da República. O Senado prossegue com o Impeachment e cassa os direitos políticos de Collor por oito anos.
  • 29 de dezembro – Realizam-se no Quênia as primeiras eleições multipartidárias em 26 anos.
  • 30 de dezembro - Entra em vigor na Espanha a Lei Orgânica que se ratifica o Tratado de Maastricht.


Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Por tema[editar | editar código-fonte]


Prêmio Nobel[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Nobelprize.org. All Nobel Peace Prizes (em inglês). Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  2. Karl Carstens (em espanhol). Página visitada em 15 de janeiro de 2011.
  3. Nobelprize.org. All Nobel Laureates in Physics (em inglês). Página visitada em 18 de janeiro de 2011.
  4. Nobelprize.org. All Nobel Laureates in hemistry (em inglês). Página visitada em 18 de janeiro de 2011.
  5. a b Nobelprize.org. All Nobel Laureates in Medicine (em inglês). Página visitada em 18 de janeiro de 2011.
  6. Nobelprize.org. All Nobel Prizes in Literature (em inglês). Página visitada em 21 de janeiro de 2011.
  7. Nobelprize.org. All Laureates in Economic Sciences (em inglês). Página visitada em 18 de janeiro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 1992