Hans Beck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hans Beck
Conhecido(a) por Playmobil
Nascimento 6 de maio de 1929
Greiz
Morte 30 de janeiro de 2009 (79 anos)
Markdorf
Nacionalidade Alemanha Alemão
Ocupação Inventor

Hans Beck (Greiz, 6 de maio de 1929Markdorf, 30 de janeiro de 2009) foi o inventor alemão do brinquedo Playmobil, sendo mais conhecido pelo epíteto de "Pai do Playmobil".[1] [2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Seus pais se divorciaram quando Beck ainda era bem novo, e ambos os genitores casaram-se novamente, fazendo com que o garoto viesse a ter muitos irmãos mais novos. Assim, já aos dez anos de idade começou a elaborar pequenos brinquedos para divertir seus meio-irmãos.[3]

Durante a Segunda Guerra Mundial, Beck começou a trabalhar como marceneiro, e dedicava-se nas horas vagas à produção de aeromodelos. Nos anos 1960 foi contratado pela Geobra Brandstätter como desenhista de novos brinquedos, primeiramente para atender a um projeto baseado na figura humana, que depois foi abandonado - embora, em privado, Beck continuasse a imaginar desenhos para o projeto.[3]

Aposentou-se em 1999, vinte e cinco anos depois de haver lançado sua criação de sucesso. Durante a Expo 2000, em Hanôver, Beck foi homenageado com uma estátua, junto a outras cem personalidades alemãs.[4]

Morreu em sua casa, após uma prolongada doença não divulgada. Embora sua morte tenha ocorrido no dia 30 de janeiro, uma sexta-feira, o comunicado da empresa Geobra somente foi divulgado a 2 de fevereiro de 2009.[2]

Invenção do Playmobil[editar | editar código-fonte]

Caricatura de Beck, como um dos seus brinquedos.

O Playmobil foi idealizado por Beck em 1971, mas ganhou corpo durante a crise do petróleo de 1973. A escassez de matéria-prima do plástico impôs à indústria grandes restrições, especialmente à Geobra, que utilizava o material em larga escala.[4]

Para sua concepção, Beck levou em consideração alguns parâmetros, como o tamanho - que deveria ter 7,5 cm, para caber na mão de uma criança - bem como desenhos infantis (que além de exagerarem no tamanho das cabeças, frequentemente omitiam os narizes das figuras).[4]

Seus bonecos venderam mais de 2 bilhões e 200 milhões de unidades em cerca de setenta países, desde que começaram a ser vendidos, em 1974, até quando de sua morte.[1]

Referências

  1. a b agência Lusa. Hans Beck, "Pai" dos bonecos Playmobil faleceu aos 79 anos (em português) Hans Beck, "Pai" dos bonecos Playmobil faleceu aos 79 anos. 2 de fevereiro de 2009. Página visitada em 2 de fevereiro de 2014.
  2. a b AFP. Morre Hans Beck, o pai dos Playmobils (em português) 2 de fevereiro de 2009. Página visitada em 2 de fevereiro de 2014.
  3. a b Walker, Ruth. (7 de outubro 1997). "One Man's Tiny Plastic Universe" (em inglês). The Christian Science Monitor. Página visitada em 2 de fevereiro de 2014.
  4. a b c HANS BECK : THE FATHER OF PLAYMOBIL® (em inglês) Collectobil.. Página visitada em 2 de fevereiro de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.