Hortus Cliffortianus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Hortus Cliffortianus foi uma obra publicada por Lineu, em Amesterdão, no ano de 1737, e escrita em latim. É importante numa perspectiva de interpretação da sua obra posterior, Species Plantarum, do ano de 1753.[1] O nome do livro faz referência a uma jardim, com elementos zoológicos e botânicos, propriedade de George Clifford. Lineu permaneceu lá durante 2 anos e só no espaço de uma ano produziu quase 2 mil página sobre este centro. As condições oferecidas ao autor era boas para o desempenho das suas funções. Durante o mesmo ano, Lineu publicou ainda as seguintes obras: Critica Botanica, Flora Lapponica e Genera Plantarum.

O trabalho consistia em descrever todos o material vegetal do jardim, nomeando-os e classificando-os.

A obra possui ilustrações de Georg Ehret, e o frontispício da obra foi da autoria de J. Wandelaar.

Actualmente, o espaço onde Lineu trabalhou, é agora um hospital para doentes mentais.[2]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Heller,John L., Linnaeus's Hortus Cliffortianus, Taxon, Vol. 17, No. 6 (Dez., 1968), pp. 663-719 doi:10.2307/1218012
  2. Linnaeus grows bananas and comes up with a "modern" thermometer, Uppsala Universitet - acesso a 19 de Fevereiro de 208