Justa (desporto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Combate numa feira renascentista.

Justa é um desporto jogado por dois cavaleiros com armaduras montados em cavalos. Consiste numa competição marcial entre dois cavaleiros montados, usando uma variedade de armas, geralmente em grupos de três por arma (como a inclinação com um lança, os golpes com machados, ou os golpes com a espada), entre outros, muitas vezes, como parte de um torneio.[1]

A justa foi um jogo marcial na Idade Média, sendo necessário ter uma habilidade muito grande para praticar este desporto. Embora o primeiro torneio foi feito em 1066, a justa não ganhou popularidade generalizada até o século XII. É mantido o seu estatuto como um desporto popular europeu até ao início do século XVII.

A justa foi incorporada em torneios vários séculos após a sua estreia. O torneio permitiu uma melhor exibição da habilidade individual e, embora perigosa, ofereceram grandes somas de dinheiro do prémio. Muitos cavaleiros fizeram a sua fortuna com esses eventos, enquanto muitos perderam a fortuna ou mesmo a vida. Por exemplo, Henrique II da França morreu quando uma lança do seu adversário atravessou a sua viseira e a quebrou em fragmentos, cegando o olho direito e penetrando na sua órbita direita e têmpora. 1. As Justas eram disputadas entre dois cavaleiros, convenientemente revestidos de pesadas armaduras e protegidos por escudos especiais.Eram torneios realizados em terra plana, onde os combatentes tinham de ter uma boa preparação física e as suas armas bem preparadas. Eles empunhavam pesadíssimas lanças de ferro. Nos primeiros tempos, os cavaleiros, ao precipitarem-se um contra o outro, com todo o vigor das suas montadas, procuravam derrubar o adversário, alcançando-o em cheio com a lança; às vezes, a arremetida era tão violenta que a lança atravessava a cabeça ou o peito dos justadores. A lança era pesada e tinha ferro no seu extremo ofensivo. Posteriormente, já não se tratava de derrubar o adversário, mas quebrar a lança sobre sua armadura ou escudo. Ganhava aquele cuja lança voava, feita em pedaços, o que indicava melhor pontaria. Cada parelha de justadores tinha direito a "correr três lanças" e, para saber qual deles tinha ganho, bastava contar o número de lanças que cada um tinha partido. (Rodrigues, 2012) Entre os jogos de menor expressão, havia as Giostras, um combate menos violento que o torneio, porque se utilizavam armas sem pontas ou cobertas por uma defesa. O encontro ocorria em qualquer espaço livre das cidades e necessitava de uma liça muito pequena, pois a Giostra, só era disputada por dois cavaleiros. Os concorrentes eram selecionados dentre os nobres de antigas descendências cavaleirescas e devia-se certificar que atendessem, em absoluto, aos seus deveres para com a Igreja e com o próprio senhor e que não tivessem transgredido o código cavaleiresco. O confronto consistia em uma corrida a cavalo de um contra o outro; com lança em riste, devendo-se atacar o adversário, procurando desequilibrá-lo. Outra modalidade, o Caroselo, era um espetáculo onde os cavaleiros, enquanto guiavam carros ou carruagens, deviam girar em torno de um alvo central e executar jogos de destreza e de habilidade. Frequentemente, eram usados episódios heróicos da antiguidade com alarde de vestuários luxuosos e faustosos, de armas estupendas e de ginetes de grande valor. Havia também o Bigordo, uma manifestação mais semelhante ao torneio, porém, menos carregado de cerimónias e menos violento. Era um exercício dentre os mais populares na Itália, porque permitia aos cavaleiros mostrar a sua maestria no cavalgar, fazendo alarde de vestimentas, de equipamentos e de cavalos. Era uma espécie de parada de honra feita em homenagem a uma ilustre personagem ou para a celebração de alguma festa. O êxito final era incerto e deixado ao acaso, diversamente do torneio, cujo valor competitivo era mais exaltado e controlado, uma vez que os combatentes lutavam em condições idênticas. Os cavaleiros deviam ser hábeis no manuseio das armas, considerando um oportuno plano de ataque ou de defesa. A Gauldana também consistia em que fileiras de cavaleiros se enfrentassem em escaramuças bélicas para dar vida a batalhas simuladas, enquanto percorriam estradas de campanha ou de montanha. Um grupo fingia assaltar um outro grupo armado e perseguia-o em todo o território em que presumia estar o inimigo. A Quintana ou Giostra do Sarraceno era um exercício de muita brincadeira e destreza, no qual o cavaleiro, empunhando uma lança, tentava acertar um alvo, costumeiramente fantoches, representando o inimigo (o sarraceno), no qual se fixava uma espada ou um bastão. Havia, ainda, a Corrida do Arco: corridas a cavalo durante as quais os cavaleiros deviam enfiar a lança ou a espada num arco suspenso. Vencia quem conseguisse transpassar o maior número de arcos. (citado de: (Faustino, Fernandes, Cardoso, Domingos, & Ascensão, 2008)) [2]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Justa (desporto)

Referências

  1. As Crónicas de Froissart
  2. Barber, Richard; Juliet Barker. Tournaments: Jousts, Chivalry and Pageants in the Middle Ages. [S.l.]: Boydell & Brewer/Boydell Press, 1989-01-01. 134, 139 pp. ISBN 978-0851154701.
Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.