Lixívia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Embalagem comercial de lixívia

A lixívia, água sanitária (Brasil) ou barrela é um composto químico usado para limpeza e desinfecção de superfícies, cujo produto activo, o hipoclorito de sódio, é um sal obtido da neutralização entre o ácido hipocloroso e o hidróxido de sódio, e tem a fórmula química NaClO. É muito utilizada como agente clareador (alvejante) e possui excelente ação bactericida. Dissolve substâncias orgânicas mortas. Também é reativa com componentes à base de amoníaco.

No Brasil, é conhecida por nomes que derivam de marcas mais conhecidas do produto, sendo chamada de "cândida" em São Paulo, "candura" e "q-boa" em Minas Gerais, "q-Boa" na Bahia e no Centro-Oeste, e "clorofina" no extremo sul do país. No Rio de Janeiro, Espírito Santo e Nordeste, é denominada "água sanitária" ou "alvejante" (embora tenham pouco diferenças quanto ao perfume).

No passado, a lixívia possuía vários usos, servindo principalmente para produção de sabão (mediante aquecimento com gorduras). Mais tarde, foi substituída por outros compostos, como hidróxido de sódio, carbonato de sódio (barrilha) e bicarbonato de sódio.

É utilizada geralmente como uma mistura de hipoclorito de sódio e água na proporção de 2% a 2,5% de hipoclorito de sódio), sendo considerada uma solução aquosa.

Na odontologia, é usada no tratamento de canal, na concentração de 1% a 5%.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.