Mágico Vento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mágico Vento é uma série de quadrinhos publicada pela Sergio Bonelli Editore cujas histórias se passam no faroeste.

História[editar | editar código-fonte]

Mágico Vento é o nome indígena dado a Ned Ellis, um soldado americano que escapou milagrosamente da explosão de um trem. Muito ferido, foi encontrado por um velho xamã, que o levou para sua tribo, entendendo que aquilo era um sinal. Quando acordou, Ned não se recordava de mais nada, e passou então a conviver com os Sioux, sendo considerado um xamã, ou “homem da medicina”, pelo dom das visões que passou a ter graças a uma farpa de metal depositada em seu cérebro, na ocasião do acidente.

Recebeu o nome de “Mágico Vento” do velho xamã que o encontrou. Ned tem transes e sonhos, até de vidas de outras pessoas e de enigmas que só ele pode decifrar, que podem lhe revelar o futuro. E os índios consideram isso um dom.

Em busca de seu passado, conhece o jornalista Willy Richards, também conhecido como Poe, devido sua semelhança com o escritor Edgar Allan Poe, e ambos se unem para combater um poderoso homem chamado Howard Hogan, que exerce atividades ilícitas e mais tarde se descobre, está envolvido na explosão do trem onde Mágico Vento estava. A partir daí, os dois companheiros enfrentam uma árdua jornada, buscando tanto o passado de Ellis, quanto expor as patifarias de Hogan. Aos poucos, detalhes surpreendentes sobre a vida do protagonista vão surgindo, e uma sucessão de eventos atravessa o caminho da dupla.

Origens[editar | editar código-fonte]

Mágico Vento é uma junção de dois gêneros de quadrinhos: o faroeste clássico e o sobrenatural, numa roupagem inovadora, devido as cores em preto e branco, os ótimos roteiros, e muito embasamento histórico, graças à extensa pesquisa de seu criador, o roteirista italiano Gianfranco Manfredi.

No Brasil, o título começou a ser publicado em 2002, pela Mythos Editora, detentora dos direitos da maioria dos fumettis (quadrinhos italianos). As histórias completas em cada edição, ótimos desenhistas, um editorial na segunda página da revista, onde se registra comentários dos leitores e novidades no mundo de Mágico Vento, e uma página introdutória chamada Blizzard Gazette com textos sobre detalhes da vida indígena, lendas, particularidades do velho oeste, personagens da época, e às vezes servindo de introdução para a história apresentada na edição, denotam uma cuidadosa pesquisa.

Títulos publicados no Brasil[editar | editar código-fonte]

  1. Fort Ghost
  2. Nas Garras Do Homem-Lobo
  3. Lady Caridade
  4. A Besta
  5. Whopi - O Espírito Atormentado
  6. Faca Comprida
  7. O Filho da Serpente
  8. Wendigo
  9. A Maldição da Montanha
  10. Esqueletos
  11. O Pesadelo da Moldura
  12. Céu de Chumbo
  13. O Demônio dos Enganos
  14. A Dança dos Espectros
  15. Blizzard
  16. A Grande Visão
  17. O Colecionador
  18. A Sombra do Guerreiro
  19. A Mão Esquerda do Diabo
  20. O Manicômio
  21. O Homem dos Gatos
  22. O Garoto dos Cabelos Brancos
  23. Os Impiedosos
  24. O Homem sem Rosto
  25. O Inimigo sob a Pele
  26. Semeadores de Morte
  27. A Última Emboscada
  28. A Máscara do Deus Canibal
  29. A Mulher do Quadro
  30. Heróis de Papel
  31. O Monstro de Hogan
  32. O Incêndio de Chicago
  33. O Ladrão de Bisontes
  34. Os Portões do Inferno
  35. A Lua das Folhas que Caem
  36. A Fugitiva
  37. A Via Obscura
  38. Cortina Negra
  39. Os Quatro Xamãs
  40. O Clã do Tigre
  41. Os Replicantes
  42. Água de Fogo
  43. Wild Bill
  44. Os Espectros de Fort Laramie
  45. Os Invasores
  46. A Batalha do Rio
  47. Os Matadores
  48. O Segredo de Aiwass
  49. O Regulador
  50. Coração de Campeão
  51. O Xamã do Rio
  52. Cadáveres Ilustres
  53. O Filho da Lua
  54. As Grutas do Vento
  55. O Amor e o Sangue
  56. Os Cavaleiros do Círculo Dourado
  57. O Inimigo Invisível
  58. O Conspirador
  59. Expedição de Socorro
  60. Minutos Contados
  61. Caminhos Cruzados
  62. O Alvo
  63. O Bando dos Inocentes
  64. Os Lobos Azuis
  65. Caçada Sádica
  66. O Poço dos Sacrifícios
  67. Freedom
  68. O Mistério da Diligência
  69. Cem Rifles
  70. Trilha Sem Volta
  71. A Última Corrida
  72. A Cidade Condenada
  73. A Montanha dos Espelhos
  74. Os Fantasmas das Cataratas
  75. Tochas Humanas
  76. Os Seres de Luz
  77. Chuva-No-Rosto
  78. Os Especuladores
  79. Cinco Balas de Ouro
  80. Os Impiedosos

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.