Málquio de Antioquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Málquio ou Malquion, um Padre da Igreja e um presbítero de Antioquia durante os reinados dos imperadores Cláudio II e Aureliano, era um bem-conhecido retórico, notável por sua participação fundamental na deposição em 272 dC do bispo herético de Antioquia, Paulo de Samósata.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Ele conhecia bem e frequentemente citava autores pagãos[1] e foi presidente da faculdade de retórica enquanto presbítero de Antioquia.[2] Ele forçou Paulo a revelar suas crenças e escreveu uma carta chamando de herético e criminoso para os bispos de Roma e Alexandria.

São Jerônimo, um Doutor da Igreja, dedicou o capítulo 71 de sua obra biográfica De Viris Illustribus (Sobre Homens Ilustres) à Málquio.[3]

Referências

  1. Jerónimo de Estridão. Letter 70: To Magnus an Orator of Rome § 4 (em inglês). [S.l.: s.n.].
  2. Eusébio de Cesareia. História Eclesiástica: Paul, having been refuted by Malchion, a Presbyter from the Sophists, was excommunicated. (em inglês). [S.l.: s.n.]. Capítulo: 29. , vol. VII.
  3. Wikisource-logo.svg "De Viris Illustribus - Malchion the presbyter", em inglês.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]