Mambo (CMS)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Mambo
Desenvolvedor Mambo Foundation
Lançamento 2000 (versão 1.0)
Versão estável 4.6.1 (5-out-2006)
Sistema operacional Web, independe de SO
Gênero(s) Sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS)
Licença GNU GPL
Página oficial Mambo Foundation

Criado pela empresa Miro International no início de 2000 (versão 1.0), o Mambo como originalmente era conhecido, sempre foi desenvolvido com o pretensão de ser um dos melhores CMS (Content Management Systems), gerenciadores de conteúdo para web e também desmistificar que grandes produtos não podem ser realizados sob a bandeira do FLOSS (Free/Livre Open Source Software), inclusive não deixando nada a desejar para aplicações comerciais/proprietárias. Com um corpo técnico para o desenvolvimento de aplicações baseadas no conjunto AMP (Apache, MySQL e PHP), a empresa lançou sucessivas versões até atingir um nível alto de qualidade e eficiência, que no ano de 2005 foi escolhido na Linux World de Boston como o Best Open Source Solution e também como Best Overall Industry Solution, atestando assim sua qualidade tanto para a comunidade de usuários quanto para o mercado corporativo.

Atualmente o Mambo Server é utilizado por milhares de pessoas e empresas ao redor do mundo; desde os mais simples websites pessoais até grandes portais de empresas como Porsche e Mitsubishi aproveitam-se das facilidades disponíveis na ferramenta para publicar, diariamente, milhares de páginas web com os mais diversos conteúdos.

Além de seu uso, o Mambo Server mantém uma comunidade ativa ao redor do projeto que conta com mais de vinte mil desenvolvedores, mil projetos abertos e algo em torno de vinte e três mil usuários de seus fóruns de discussão relacionados a questões que vão desde a forma de licenciamento quanto o desenvolvimento ou suporte para plataformas específicas.

O grupo que trabalha diretamente no desenvolvimento do Mambo Server é dividido em vários times que cuidam das novas versões, documentação, testes, suporte e outras áreas. Então, com estes times trabalhando paralelamente é possível manter o produto operacional enquanto novas funcionalidades vão sendo desenvolvidas.

Junto com estes times existem vários outros formados por pessoas que trabalham, por exemplo, com a sua internacionalização (vários idiomas) e também em outras áreas como componentes de terceiros e legislação. Estas divisões são necessárias devido a grandiosidade da ferramenta e devido a forma de trabalho colaborativo imposta pelo modelo FLOSS.

Depois de algum tempo de desenvolvimento do Mambo, um grupo de desenvolvedores se separou do grupo principal e criaram uma nova ferramenta muito semelhante ao Mambo: o Joomla!.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre software livre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.