Maria Cacau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Maria Cacau é a deusa da montanha ou (fada) diwata (associada com o Monte Lantoy em Argao, Cebu, Filipinas, similar à Maria Makiling de Los Baños e à Maria Sinukuan do Monte Arayat.

A forma básica da lenda é que sempre que chove o rio que vem do Monte Lantoy inunda, ou uma ponte é quebrada, este é um sinal que Maria Cacau e seu marido Mangao tem ou viajado rio abaixo em seu navio dourado para que possam exportar suas colheitas, ou viajado rio acima no seu caminho de volta.[1] Ela supostamente vive dentro de uma caverna na montanha e os cacaueiros do lado de fora são supostamente da plantação dela.[2] Enquanto a história é obviamente mítica na natureza, é citada como evidência de quão longa a produção de tableya, tem ocorrido na área. [1] Tableya é Cebuano para a segunda rodada, bolo de chocolate sem açúcar feito de grãos de cacau. É um ingrediente crucial nos acepipes filipinos sikwate (chocolate) e champorado.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Argao: Um porta-retrato de uma vila
  2. Maria Cacau: Ang Diwata ng Cebu (Maria Cacau: A Fada de Cebu) Rene O. Villanueva
  3. Título não preenchido, favor adicionar.


Ícone de esboço Este artigo sobre as Filipinas é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.