Massacre de Ciaculli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde novembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Massacre de Ciaculli aconteceu em 30 de Junho de 1963, e foi causada por um carro bomba que explodiu em Ciaculli, baixo subúrbio de Palermo na Itália, matando sete policiais e oficiais militares que atenderam um chamado anônimo de uma bomba situado em um prédio. Este atentado foi atribuído à Salvatore Greco, cabeça da Comissão da máfia italiana e chefe da família Ciaculli da máfia. Porém mais tarde depois de muitas investigações um dos chefões da máfia chamado Pietro Torreta foi considerado o verdadeiro mandante do massacre.

O massacre foi a culminação da sangrenta guerra da máfia entre seus rivais em Palermo nos anos 60 - sabemos que a primeira guerra entre clãs da máfia italiana ocorreu durante a década de 1960 e uma segunda e não pouco sangrenta guerra deu-se durante os anos de 1980 - nos anos 80 todos os clãs de mafiosos disputavam o controle sobre o tráfico da cocaína e heroína na Itália, e mais tarde o controle da distribuição destas drogas na América do Norte.

A ferocidade entre os clãs de mafiosos italianos em busca do poder central foi grande, fazendo 95 vítimas de 1961 a 1963.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.