Mateus Stuart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mateus Stuart (21 de setembro de 15164 de setembro de 1571), conde de Lennox em 1526, Lorde Methven, foi Regente da Escócia. No início de sua vida, serviu a coroa de França em guerras na Itália, e por isso o nome STEWART passou a ser grafado STUART, pois teve a nacionalidade francesa desde 1537.

Retornou à Escócia quando da morte de Jaime V da Escócia. Casara-se desde 19 de junho de 1544 no Palácio de St. James, em Londres, com Margarida Douglas (1515-1578), filha da Rainha Margarida Tudor, viúva de Jaime IV e mãe de Jaime V da Escócia, e de seu segundo marido, Archibald Douglas, conde de Angus, de quem se divorciou.

Foi o segundo Regente de seu neto, Jaime VI da Escócia. Idoso, pouco fez. Era aliado do rei da Inglaterra Henrique VIII, mas caiu de graça e não pode ter influência sobre sua filha Isabel ou Elizabeth I por ser católico romano. Mas conseguiu fazer seu filho casar com a Rainha da Escócia, Maria Stuart e depois de sua abdicação, sucedeu James Stewart, Conde de Moray, como Regente, depois de seu assassinato. Foi assassinado por partidários de Maria da Escócia, num ataque ao Parlamento.

Posteridade[editar | editar código-fonte]

  • 1 - Henrique cedo morto (1544-1545).
  • 2 - Henrique Stuart, Lord Darnley.
  • 3 - Carlos Stuart (1555-1576). 5º Conde ou Earl Lennox em 18 de abril de 1572 que de seu casamento com Elizabeth Cavendish teve uma filha, Lady Arabella Stuart, executada na Torre de Londres.

Bibliografia:

  • 1 - «The Complete Peerage» vol. VII, pp.597–599.