Modalidades do Ensino Secundário em Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde maio de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde maio de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

No ensino secundário de Portugal, existem as seguintes modalidades:

  1. Cursos Artísticos Especializados - os cursos artísticos especializados proporcionam formação nas áreas das artes visuais, audiovisuais, dança e música. São cursos de nível secundário com a duração de 3 anos lectivos, correspondentes aos 10.º, 11.º e 12.º anos de escolaridade. Os cursos de artes visuais e audiovisuais estão orientados numa dupla perspectiva: o prosseguimento de estudos em cursos de especialização tecnológica ou de ensino superior e a inserção no mundo do trabalho.
  2. Cursos Científico-Humanísticos - os cursos científico-humanísticos são vocacionados para o prosseguimento de estudos de nível superior, de carácter universitário ou politécnico, têm a duração de 3 anos lectivos correspondentes aos 10.º, 11.º e 12.º anos de escolaridade.
  3. Cursos de Aprendizagem - os Cursos de Aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, em alternância, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos.
  4. Cursos de Educação e Formação - os Cursos de Educação e Formação (CEF) são uma oportunidade para frequência ou conclusão da escolaridade de 6, 9 ou 12 anos e, simultaneamente, para preparação da entrada no mercado de trabalho com qualificação escolar e profissional. Os CEF integram 4 componentes de formação: sociocultural; científica; tecnológica; prática.
  5. Cursos Profissionais - os Cursos Profissionais são uma modalidade de educação, inserida no ensino secundário, que se caracteriza por uma forte ligação com o mundo profissional. A aprendizagem valoriza o desenvolvimento de competências para o exercício de uma profissão, em articulação com o sector empresarial local.
  6. Cursos Tecnológicos - os cursos tecnológicos são cursos profissionalmente qualificantes e estão orientados numa dupla perspectiva: a inserção no mundo do trabalho e o prosseguimento de estudos para os cursos pós-secundários de especialização tecnológica e para o ensino superior.
  7. Cursos das Escolas de Hotelaria e Turismo - os cursos de formação profissional das Escolas de Hotelaria e Turismo: Cozinha/Pastelaria, Restaurante/Bar e Hotelaria e Turismo, inserem-se num sistema sectorial de formação (tutela da Secretaria de Estado do Turismo/ Ministério da Economia e da Inovação). Esta formação específica para o sector do Turismo é desenvolvida pela rede nacional de Escolas de Hotelaria e Turismo, do Turismo de Portugal, I.P.

Cursos científico-humanísticos[editar | editar código-fonte]

São direccionados exclusivamente para o prosseguimento de estudos, através do ingresso no ensino superior (universitário ou politécnico).

Destinam-se a alunos que concluíram o 9.º ano ou equivalente, e desejem ingressar no ensino secundário para obter o diploma de conclusão do secundário, sem obter qualificação profissional.

Os quatro cursos científico-humanísticos têm um elenco de disciplinas em comum do 10º ano ao 12º ano:

  • Filosofia No 10º/11º ano
  • Português No 10º/11º/12º ano
  • Área de Projecto No 12º ano (Disciplina eliminada no ano letivo de 2012/2013 por falta de verbas do Estado Português)
  • Educação Física No 10º/11º/12º ano
  • Língua Estrangeira I, II ou III No 10º/11º ano
  • Educação Moral e Religiosa Católica(E.M.R.C.) No 10º/11º/12º ano (Opcional e facultativo)


As disciplinas específicas de cada curso são:

Ciências e tecnologias

Opções (b) - O aluno escolhe duas disciplinas bienais:

Opções (c) - O aluno escolhe duas disciplinas anuais:

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):


Ciências socioeconómicas

Opções (b) - O aluno escolhe duas disciplinas bienais:

Opções (c) - O aluno escolhe duas disciplinas anuais:

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):


Línguas e humanidades

Opções (b) - O aluno escolhe duas disciplinas bienais:

Opções (c) - O aluno escolhe duas disciplinas anuais:

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):


Ciências sociais e humanas

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):

Opções (e) - O aluno escolhe uma disciplina:


Línguas e literaturas

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):

Opções (e) - O aluno escolhe uma disciplina:


Artes visuais

Opções (b) - O aluno escolhe duas disciplinas bienais:

Opções (c) - O aluno escolhe duas disciplinas anuais:

Opções (d) - O aluno escolhe uma disciplina anual e outra disciplina das Opções (c):

ATENÇÃO: Os cursos científico-humanístico de Ciências sociais e humanas e Línguas e literaturas já estão quase fora do ensino secundário e são poucos encontrados, e por esta razão estes dois são englobados num só curso que no caso é o curso científico-humanístico de Línguas e humanidades.

Cursos profissionais[editar | editar código-fonte]

São cursos profissionalizantes que estão voltados tanto para a inserção no mundo do trabalho quanto para o prosseguimento de estudos, seja em cursos de especialização tecnológica ou no ensino superior. Destinam-se a alunos que concluíram o 9.º ano e desejem ingressar no ensino secundário e simultaneamente obter uma qualificação profissional. Existem centenas de cursos profissionais no país, e normalmente estão ajustados ao mercado de trabalho da região onde são seleccionados. Este tipo de cursos tem vindo a ser reforçado nas escolas portuguesas nos últimos anos no âmbito da Iniciativa Novas Oportunidades.

Cursos artísticos especializados[editar | editar código-fonte]

Oferecem formação nas áreas da dança, da música e das artes visuais e dos audiovisuais, em nível secundário com a duração de três anos lectivos, correspondentes aos 10.º, 11.º e 12.º anos de escolaridade. Estão voltados tanto para a perspectiva do prosseguimento de estudos (em cursos de especialização tecnológica ou de ensino superior) quanto para a inserção no mercado de trabalho.

Cursos do ensino recorrente[editar | editar código-fonte]

É uma modalidade da educação de adultos, que proporciona uma segunda oportunidade de formação que permita conciliar os estudos com o exercício de uma actividade profissional. Funciona em sistema de módulos (cursos científico-humanísticos, cursos tecnológicos e cursos artísticos especializados) e de unidades capitalizáveis (cada disciplina está organizada por unidades, quando o aluno completa uma unidade, realiza uma prova de avaliação visando capitalizar a unidade e passar a frequentar a unidade seguinte, deste modo um aluno que interrompa os estudos,poderá retornar para a unidade imediatamente a seguir à última que capitalizou).

Formação pós-secundária não-superior[editar | editar código-fonte]

Os cursos de especialização tecnológica, embora possam ser ministrados em escolas secundárias já não se situam no nível do ensino secundário.