Monte Arafat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Planície de Arafat durante o Hajj.

O Monte Arafat (em árabe, جبل عرفات , Jabal 'Arafat ou Jabal ar-Rahmah; em português, "montanha da piedade" ) é uma colina de granito, com altura aproximada de 70 m, situada a leste de Meca, onde o profeta Muhammad - o último profeta do Islã - fez seu Sermão de Adeus (em árabe: خطبة الوداع, Khutbatul Wada), no nono dia do Dhu al-Hijjah, no ano 10 do calendário hegírico (ou (632 da Era Cristã), dirigindo-se aos muçulmanos que o acompanharam no hajj, no final de sua vida.

O setor em torno da colina chama-se planície de Arafat. O lugar tornou-se importante para o Islã e durante o hajj, os peregrinos devem passar ali a tarde do nono dia de Dhu al-Hijjah. A ausência do pregrino na planície de Arafat nesse dia invalida a peregrinação.

Os muçulmanos acreditam que o profeta Adão e sua mulher Eva foram reunidos na colina e perdoados por Allah depois de 200 anos de separação por sua desobediência, sugerida por Satanás. Atualmente é o lugar de onde um khutba é enviado ao mundo muçulmano. Não confundir com o Monte Ararate.