Nothing Lasts Forever

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nothing Lasts Forever
Nada dura para sempre
Nada É Eterno (PT)
Nada Dura para Sempre (BR)
Autor (es) Sidney Sheldon
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género romance
Editora William Morrow
Lançamento 1994
Páginas 398
ISBN 978-0688084912
Edição portuguesa
Tradução Alexandrina Pinheiro
Editora Europa América
Lançamento 1995
Páginas 285
ISBN 972-1-03958-6
Edição brasileira
Editora records

Nothing Lasts Forever (Nada Dura para Sempre, no Brasil; ou Nada é Eterno em Portugal) é o décimo terceiro romance do escritor estadunidense Sidney Sheldon, publicado em 1994.

Enredo[editar | editar código-fonte]

O livro gira em torno de três amigas: Paige Taylor, Betty Lou Taft (Honey) e Kate Hunter (Kat). Elas são as únicas médicas em um grupo de residentes do Hospital Público Embarcadero, em São Francisco. Apesar de terem personalidades muito diferentes, as três compartilham situações insólitas e marcantes.

Paige teve uma infância normal, embora tenha perdido seu pai. Era apaixonada por um amigo de infância, porém este se casa com outra, partindo seu coração. Ela se apaixona por um arquiteto, mas é acusada de assassinar um paciente pelo dinheiro da herança. O médico que a denuncia é atraído por Paige, que não gosta dele, causando seu ódio. Entretanto, Paige é inocente, tendo matado o doente por ele estar com câncer em estado terminal, desconhecendo sua herança, comentendo na verdade, eutanásia. Graças ao testemunho de um médico respeitado, o caso é arquivado. O médico que acusou Paige tem sua licença revogada pelo conselho de medicina.

Honey Taft vem de uma família de classe alta, e de certa forma, sempre se sentiu inferior às suas irmãs, populares na escola. Ela era cobrada por isso. Então, começa a seduzir a todos para conseguir o que quer. Os garotos de sua escola passam a gostar dela; ela fica popular e se acostuma a usar o próprio corpo para conseguir o que quiser, pois sempre quis agradar a todos. Honey não tem vocação para medicina, tendo sido forçada a ser médica por sua família (na verdade queria ser enfermeira). Para passar na universidade, seduz boa parte de seus professores. Assim, no Embarcadero, comete erros graves, mas seduz a todos, até o diretor do hospital, para se manter no emprego. Apaixona-se por um paciente, porém esse recebe por engano uma transfusão de sangue soro positivo. Ela fica arrasada, mas não desiste dele, na esperança que ele não adquira Aids.

Kat Hunter teve uma infância sofrida. Era molestada pelo padrasto bêbado desde os 13 anos, mas sua mãe não acreditava. Ela suportou para estar do lado de seu irmão mais novo, porém foge de casa ao descobrir-se grávida. É criada por sua tia, que consegue um aborto para ela. Kat jura nunca se relacionar com nenhum homem e esconde seu passado. Assim, é bastante assediada pelos médicos do Embarcadero, vista como um "desafio" para eles. Entre eles, Ken Mallory faz uma aposta de cinco mil dólares para se em um mês a levava para a cama. Kat descobre e resolve zombar da cara dele, dando-lhe falsas esperanças. Entretanto, Kat se apaixona por Ken, e ele finge que retribui, só para ganhar a aposta. Kat acaba cedendo e eles assumem o namoro, para surpresa dos médicos do Embarcadero. Ken se interessa pela milionária Lauren, e planeja dar o golpe do baú. Kat frustra seus planos, dizendo que está grávida. Ken palneja então seu assassinato, dopando-a e em seguida forjando um aborto mal sucedido, aparentemente causado pela própria Kat. Porém Paige não desiste até incriminar Ken, que é condenado e assassinado na prisão.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.