O Magnum Mysterium

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

O Magnum Mysterium é um canto responsório entoado nas Matinas cristãs. Um grande número de compositores utilizou-o em obras musicais de diferentes estilos; entre os mais célebres estão Byrd, Victoria, Gabrieli, Palestrina, Poulenc, Harbison, La Rocca, Sinigaglio Lauridsen, Busto e Miskinis .

Giovanni Gabrieli[editar | editar código-fonte]

O moteto composto pelo compositor italiano Giovanni Gabrieli, relativamente antigo, é uma das peças mais refinadas do compositor. O coro em oito partes é dividido em vozes agudas e graves. Na abertura, a harmonia é ambígua, jogando com acordes maiores e menores; o deslizamento entre diferentes áreas tonais confere peso ao texto, que se concentra no milagre do nascimento de Cristo. Grande parte do moteto trabalha diretamente o texto, com as frases repetidas por diferentes combinações de vozes. Os dois coros cantam antifonalmente nas palavras Beata virgo, e o Alleluia, que consolida o uso do cori spezzati, exibe o ritmo alegremente ternário, perfeito para a celebração da mensagem natalina.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.