Ortoqueratologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Ortoqueratologia é uma técnica que permite a redução da miopia sem o recurso à cirurgia, de modo que pode melhorar a qualidade de vida dos míopes, dando-lhes a possibilidade de deixarem de usar a sua correcção óptica habitual,(óculos ou lentes de contacto).

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Os moldes corneais ou lentes de contacto especiais de ortoqueratologia, reduzem a miopia através de um processo de aplanação da córnea, que possui propriedades elásticas, repousando e separados da mesma por uma fina película de lágrima que influência a sua nova forma. A pressão exercida pelos moldes corneais deriva da sua zona central ser mais plana que a curvatura corneal, o que origina uma redução do poder refractivo ocular. Quando a aplanação é suficiente, podemos induzir ao globo ocular a sua correcta focagem de imagem eliminando assim a miopia pretendida.

Enquanto dorme[editar | editar código-fonte]

A medida que as lentes especiais de ortoqueratologia impressionam a nova forma corneal durante o sono, a manutenção de uma visão excelente e estável é garantida de uma forma segura e confortável. O aspecto mais interessante desta técnica é o facto de alguns pacientes com apenas algumas horas de uso recuperam totalmente a sua visão. Na maioria dos casos esta recuperação ocorre durante as primeiras semanas. Devido a esta rápida recuperação são necessárias visitas frequentes para avaliação, acompanhamento e se caso necessário alterações ou substituição de lentes.

Topografia corneal[editar | editar código-fonte]

Antes de aplicarmos as lentes especiais de ortoqueratologia aos seus olhos, existe uma avaliação preparatória importante, conduzida por um especialista designado ortoqueratologista, em que se determina a curvatura corneal dos seus olhos por meio de um processo tecnologicamente avançado conhecido por topogragrafia torneal ou queratoscopia computadorizada, determinado por um instrumento designado videoqueratoscópio ou topógrafo onde não só se verifica a positividade do seu caso bem como, serve de instrumento indispensável de acompanhamento ou monitorização.

Conclusão[editar | editar código-fonte]

Após alcançado o resultado pretendido, passamos à aplicação das lentes definitivas para evitar que futuramente o paciente seja confrontado com alguma regressão da miopia. À medida que se intensifiquem o número de noites de uso, a necessidade do seu uso futuro decresce, por isso as lentes de retenção poderão ser usadas somente algumas noites da semana ou como em alguns casos somente uma noite.

Para quem está indicada[editar | editar código-fonte]

A ortoqueratologia está indicada para pessoas que pretendam prescindir da sua correcção óptica habitual (óculos ou lentes de contacto), não queira ou não possam submeter-se a cirurgia, em olhos ausentes de doença ocular, para uma redução máxima de 5 dioptrias de miopia e 1,50 dioptrias de astigmatismo.

Vantagens[editar | editar código-fonte]

  • Recuperação visual rápida.
  • Após a sua correcção, voltará a alcançar uma excelente visão sem a ajuda de óculos ou de lentes de contacto.
  • O procedimento é seguro e confortável.
  • Ideal para a prática de desporto ou laser em geral.
  • Profissões como agentes da autoridade, bombeiros, pilotos de aviação, etc., poderão beneficiar desta técnica.
  • Não existem limites de idade para a sua aplicação.


Considerações Finais[editar | editar código-fonte]

A ortoqueratologia é uma técnica segura e eficaz, mas deve ser protagonizada por um ortoqueratologista, especialista em redução de miopia sem cirurgia, autorizado e reconhecido pelas autoridades competentes, como o caso da Food and Drug Administration americana organismo internacional regulador e defensor dos interesses do consumidor e por um laboratório autorizado que utilize materiais com propriedades físicas fundamentais para a sua aplicação ocular. Embora a sua aplicação ocular sugere ser semelhante ao uso habitual de lentes de contacto devemos ter em atenção que estamos em presença de um material que altera a forma corneal e que para tal requer o acompanhamento de um profissional. Os riscos associados a uma prática duvidosa poderão ser elevados entre os quais destacamos a úlcera corneal e infecções corneais graves.