Ozalid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ozalid é um tipo de papel usado para imprimir provas tipográficas no processo de impressão offset monocromático clássico.

Através de um processo químico, com a exposição a luz ultravioleta e a gás amoníaco, este papel permite reproduzir a imagem a preto e branco de um original negativo em fotolito (também chamado "filme"), papel vegetal ou outro tipo de transparência. Este sistema poupava o recurso à complexa impressão offset. Assim, a impressão neste papel passou a ser sinónimo da última prova de um trabalho antes de ser definitivamente impresso, isto é, antes de se fabricar a chapa que dará entrada nas máquinas de offset.

Com a introdução, nos primeiros anos do Séc. XXI, do sistema CTP (Computer to plate), que imprime directamente a chapa sem precisar de fotolitos, as provas em ozalid praticamente desapareceram e foram substituídas por impressões digitais.

A palavra "ozalid" é um anagrama de "diazol", nome da susbstância com que a empresa "Ozalid" fabricou esse papel.

Ver também[editar | editar código-fonte]