Parápode

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parápodes num plâncton marinho.

Parápode[1] (do grego para, "além" ou "ao lado" + podia, "pé") ou parapódio, é o nome dado a cada um dos dois apêndices que emergem das laterais de cada segmento que compõe o corpo dos anelídeos. São característicos dos Polychaeta, mas também são encontrados em moluscos da ordem Opisthobranchia.

Os parápodes podem apresentar apêndices não-ramificados ("unirremes") ou ramificados ("birremes"). Neste último caso, os lobos dorsais ou braços são denominados notopódios[2] e os ventrais de neuropódios.[3]

Tanto neuropódios quanto notopódios podem ostentar cirros (denominados respectivamente de neurocirri e notocirri) e sedas (denominadas respectivamente de neurosetae e notosetae). Os cirros entre dois apêndices são denominados cirros inter-ramais.

As protrusões carnosas nas laterais de alguns gastrópodes também são chamados de parápodes (especialmente característicos nos Thecosomata).

Referências

  1. Parápodes. Página visitada em 2009-04-22.
  2. Notopódio. Página visitada em 2009-04-22.
  3. Neuropódio. Página visitada em 2009-04-22.
Ícone de esboço Este artigo sobre Anelídeos, integrado no Projeto Invertebrados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.