Pedro Luis Boitel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pedro Luis Boitel (1931 - 25 de maio de 1972) foi um poeta e dissidente cubano que se opôs ao governo de Fulgencio Batista e Fidel Castro. Boitel morreu na prisão em 1972 em consequência de uma greve de fome.1

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.