Plástico oxibiodegradável

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Plástico oxi-biodegradável)
Ir para: navegação, pesquisa

Plástico oxi-biodegradável é um tipo de material plástico, em geral Polietileno ou Polipropileno, derivado do petróleo ou de fonte renovável ( Etanol ), que contém um aditivo que faz sua degradação ocorrer aproximadamente em 18 meses.[1] São considerados plásticos oxibiodegradáveis aqueles aprovados em ensaios realizados em conformidade com as normas BS 8472, ASTM 6954-04, entre outras. Plásticos oxibiodegradáveis são recicláveis juntamente com os plásticos convencionais desde que a degradação não tenha sido iniciada.

Controvérsia[editar | editar código-fonte]

Em 2007, o secretário estadual do Meio Ambiente, do Estado de São Paulo, Xico Graziano, publicou um artigo dizendo que o plástico oxi-biodeogradável transforma-se em partículas menores que contém metais pesados.[2]

No mesmo ano, o secretário foi notificado pela RES Brasil Ltda para explicar as afirmações contidas no artigo. Em resposta o Sr. Xico Graziano disse desconhecer a tecnologia oxibiodegradável d2w e não tinha conhecimento dos laudos e documentos que provam justamente o contrário de suas afirmações. A resposta do secretário está à disposição de todos na RES Brasil.

Plásticos oxibiodegradáveis são regidos pelas normas BS 8472 e ASTM 6954-04, entre outras. Estas normas conferem a degradação, biodegradação e ausência de resíduos nocivos. A Oxobiodegradable Plastic Association ( OPA ) é entidade internacional certificadora das tecnologias dos plásticos oxibiodegradáveis e as certificações estão baseadas em laudos e relatórios independentes e acreditados em conformidade com estas normas.

Plásticos convencionais não atendem estas normas de degradação. www.biodeg.org

Referências