Raça nórdica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A raça nórdica é uma interpretação antropológica do fenótipo humano. Tendências em ligar as características físicas da raça nórdica ao caráter, psicologia, nacionalidade ou qualidades especiais são consideradas ilegítimas em antropologia.

O termo nórdico entrou em voga relativamente tarde. O antropólogo russo (francês por nascimento) Joseph Deniker, referia-se a uma raça nórdica por volta de 1900. Definiu-a através de um conjunto de características físicas: a conjunção de cabelo louro ligeiramente ondulado, olhos azuis, pele avermelhada, estatura elevada e crânio dolicocéfalo.[1]

Notas

  1. Deniker, J., The Races of Man, Ilustração

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.