Reatância capacitiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o portal:

A reatância capacitiva só existe em circuitos de corrente alternada. Em circuitos de corrente contínua um capacitor apresenta resistência considerada nula ao se ligar o circuito e infinita depois de carregado o capacitor.

Todo capacitor em circuito de corrente alternada atua como um resistor (não que esta seja sua função no circuito, porém seu comportamento apresenta resistência). Sua resistência será dada em função da frequência do circuito e o valor do capacitor dado em farads. O valor nunca será exato, já que π é um número irracional. Porém, a diferença entre o valor obtido e o real é desprezível, não afetando o circuito. Vale lembrar que o cálculo descrito abaixo só é válido para tensão alternada com onda senoidal, com semiciclos de 50%, e a mesma tensão de pico para os dois lados da senoide em relação ao referencial (geralmente 0 V). A reatância capacitiva é o tipo de reatância devida à capacitância de um capacitor, de um circuito elétrico ou circuito eletrônico. É medida em ohms e é igual à recíproca do produto de 2 π pela frequência em hertz e pela capacitância em farads, onde X < 0.

A reatância é capacitiva (XC) e o seu valor em ohms é dado por:
X_C= \frac {1} {2\pi fC} \,

Onde C é a capacitância dada em Farads, f é a frequência dada em Hertz, π é aproximadamente 3,14159.

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.