Renato de Châlon, Príncipe de Orange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
René de Châlon (Jan van Scorel, 1542)

Renato de Châlon (5 de Fevereiro 1519 - 15 de Julho 1544) foi o último Príncipe de Orange da casa de Châlon e stathouder da Holanda, Zelândia, Utrecht, da Guéldria e da Frísia 1530, ao serviço do imperador Carlos V e Francisco I de França).

Renato de Châlon era filho do Conde Henrique III de Nassau-Breda e de Cláudia de Châlon, tendo herdado o Principado de Orange do tio materno, Filibero de Châlon. Apesar de não ser o sobrenome do pai, Renato passou a ser conhecido como de Châlon como prerequisito para se tornar Príncipe de Orange.

Renato de Châlon casou com Ana da Lorena, filha de António, Duque da Lorena, em 1540 mas a união não teve descendência.

Morreu em batalha e foi sucedido pelo primo Guilherme de Nassau-Dillenburg.

Precedido por
Filiberto de Châlon
Príncipe de Orange
1530 - 1544
Sucedido por
Guilherme, o Taciturno
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.