Rio Omo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Omo
Delta do Rio Omo
Comprimento 760 km
Foz Lago Turkana
País(es)  Etiópia

O rio Omo é um importante rio do sul da Etiópia. Seu curso é inteiramente contida dentro dos limites da Etiópia, e desagua no Lago Turkana, na fronteira Etiópia-Quénia. Este rio nasce nos planaltos do Shewa e é um rio perene. Seu curso é, em geral, ao sul, porém com uma grande curva para o oeste a cerca de 7° N 37° 30'E até cerca de 36° E quando se revela sul até 5° 30'N, quando ele faz uma grande curva em S e então retoma o seu curso meridional para o Lago Turkana. De acordo com a estatística Resumo da Etiópia para 1967/68, o rio Omo tem 760 km de comprimento.

O rio Omo formava as fronteiras do leste para os antigos reinos de Janjero e Garo. Nas margens do rio Omo arqueólogos encontraram fragmentos fósseis do Homens de Kibish e hominídeos do antigo Pleistoceno até ao Plioceno.

Encontra-se em construção uma gigantesca barragem no Omo, a barragem de Gibe III, iniciada em 2006. Muitos ecologistas opõem-se à sua construção[1] por afectar cerca de meio milhão de pessoas.

O Vale Inferior do Omo está classificado pela UNESCO como Património da Humanidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. publico.pt. Meio milhão de pessoas poderia ser afectado - Activistas lançam campanha contra gigantesca barragem na Etiópia. Página visitada em 23-3-2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Etiópia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.