Rod (criptozoologia e ufologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde setembro de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.

Em criptozoologia e ufologia, e fotografia ao ar livre, Rods (também conhecido como "Skyfish" ou "entidades solar") são artefatos alongados produzidos por câmeras que capturam vários batimentos de asa de um inseto voador. Videos de objetos em forma de bastonete que se deslocam rapidamente através do ar foram reivindicados por alguns como formas de vida alienígenas ou pequenos OVNIs, mas as experiências posteriores revelaram que essas varas ou bastonetes aparecem no filme por causa de uma ilusão de óptica.

Mariposas sendo atraídas por um holofote e o efeito Rod

Análise óptica[editar | editar código-fonte]

Várias interpretações paranormais apareceram na cultura popular, e um dos defensores mais sinceros de Rods como formas de vida alienígenas é Jose Escamilla, que afirma ter sido o primeiro a filmá-los em 19 de março de 1994 em Roswell, Novo México, durante a tentativa de filmagem de um OVNI. Desde então, Escamilla fez vídeos adicionais e embarcou em palestras para promover suas reivindicações, pelo Mundo fora.

No entanto, os pesquisadores mostraram que os Rods são ilusões ópticas que resultam de imagens (principalmente imagens de vídeo) de insetos voadores que são gravados e reproduzidos. Em particular, a rápida passagem, antes da câmara, de um inseto batendo suas asas foi mostrado para produzir efeitos bastonete (devido ao motion blur)se a câmera estiver gravando com tempos de exposição relativamente longos.

Em 9 de agosto de 2005, a China Central Television (CCTV) exibiu um documentário de duas partes sobre o voo de Rods na China. Tendo relatado os acontecimentos entre maio e junho do mesmo ano em Tonghua Zhenguo Pharmaceutical Company em Tonghua City, Jilin Province, que derrubou as varas de voo. [2], câmeras de vigilância no complexo da instalação capturando imagens de vídeo de varas idênticas aos mostrados por José Escamilla. Não obtendo resposta satisfatória para o fenômeno, cientistas curiosos na instalação decidiram que iriam tentar resolver o mistério, tentando pegar as criaturas no ar. Grandes redes foram criadas, em seguida, foram capturadas as imagens de Rods voando para a armadilha. Quando as redes foram inspecionadas, os Rods "não eram mais do meras mariposas e outros pequenos insetos voadores. Investigações posteriores revelaram que o aparecimento de Rods no vídeo foi uma ilusão de ótica criada pela menor velocidade de gravação da câmara.

Referências

http://www.skepdic.com/rods.html http://tech.sina.com.cn/d/2006-01-23/2211827624.shtml http://translate.google.com/translate?hl=en&ie=UTF8&langpair=zh-CN%7Cen&u=http://tech.sina.com.cn/d/2006-01-23/2211827624.shtml http://www.csicop.org/si/show/et_youve_got_mail/ http://www.straightdope.com/columns/read/1831/whats-up-with-rods-the-mysterious-insects-that-can-be-seen-only-on-video

Ligações externas[editar | editar código-fonte]